sexta-feira, maio 11, 2007
Tenham calma
O Nuno até poderá ter outras intenções mas o efeito prático do seu post vai contra o espírito deste blogue.
Haja espaço para arrependimento e reconciliação. Ninguém está aqui a construir uma super-igreja. Tão somente um ecrã de cristãos que se encontram na sua comunhão e se respeitam na sua diferença.

Tiago Cavaco
posted by @ 11:18 da tarde  
5 Comments:
  • At 11 de maio de 2007 às 23:33, Blogger Antonius Block said…

    Tiago,

    Eu sinceramente arrependi-me um bocado de ter escrito o comentário ao post do Nuno. Concordo que foi empolado, e na minha modesta opinião, acho que o Nuno pode dar um bom contributo ao blog. Mas estas coisas servem para a pessoa se basilar e ter uma ideia do que se pode ou não dizer e até que ponto vale a pena dizê-lo. São "ajustes" necessários a qualquer entrada em grupo. Parece-me a mim que o episódio cumpriu a sua função.

    Passe-se ao que interessa!

     
  • At 11 de maio de 2007 às 23:37, Blogger Tiago Cavaco said…

    Que o contributo do Nuno é bom eu sei. Fui eu que o convidei e ele sabe que estou mais grato por ele do que por qualquer outro dos meus amigos evangélicos que me têm deixado a falar sozinho (excepção feita ao Pedro e quase ao Samuel). Mas há que clarificar estas coisas porque entre os bloggers da casa é obrigatória a fraternidade.
    Tudo se resolverá, bem sei, e sem que ninguém precise sair.

     
  • At 11 de maio de 2007 às 23:43, Blogger zazie said…

    Tem nada que sair ninguém. Estas coisas são mesmo assim. Se não fosse isto nem tinhamos aquele regresso em grande forma do José.

    O que eu quero é o Carlos Cunha, é já!

    ":O)))

     
  • At 12 de maio de 2007 às 00:36, Blogger Hadassah said…

    ...confesso que em determinadas alturas tive pena do Nuno. Mas ele aguenta-se bem! É um resistente...

     
  • At 12 de maio de 2007 às 12:22, Blogger samuel said…

    "...qualquer outro dos meus amigos evangélicos que me têm deixado a falar sozinho (excepção feita ao Pedro e quase ao Samuel)"

    Tiago,
    A "nossa" evolução é obra!
    Vamos continuar a trabalhar naquele "quase", OK?
    Sobre o Nuno, faço minhas as palavras dos oradores que me precedem.

     
Enviar um comentário
<< Home
 
 
Um blogue de protestantes e católicos.
Já escrito
Arquivos
Links
© 2006 your copyright here