segunda-feira, fevereiro 09, 2009
Evolution

Foi com alguma surpresa que, ao consultar na wikipedia, a biografia de Benjamin Warfield, li assim:

“I do not think that there is any general statement in the Bible or any part of the account of creation, either as given in Genesis 1 and 2 or elsewhere alluded to, that need be opposed to evolution.”

Penso exactamente a mesma coisa.
Devo pois classificar-me na espécie dos evolucionistas criacionistas, lol
E já agora, aproveito a conjuntura, para recomendar a visita ao Museu de História Natural.
cbs
posted by @ 11:37 da tarde  
6 Comments:
  • At 10 de fevereiro de 2009 às 11:41, Blogger Vítor Mácula said…

    Eh lá, com links para textos do moço, porreiro :) bom dia

     
  • At 10 de fevereiro de 2009 às 11:45, Blogger cbs said…

    claro! também tenho que exibir a minha dose de vaidade ;)

     
  • At 10 de fevereiro de 2009 às 12:17, Blogger Vítor Mácula said…

    e para contribuir para a tua humildade: o moço, referia-me ao Benjamin LOL no fim do artigo da wiki

    corrijo então: dos moços :)

     
  • At 10 de fevereiro de 2009 às 12:33, Blogger Pedro Leal said…

    cbs

    Não sei se Warfield diria o mesmo hoje, olhando ao estatuto entretanto dado ao evolucionismo. Mas isto é mera dúvida pessoal, e provavelmente facciosa… 
    Para mim a questão é saber se hoje é possível ser criacionista e evolucionista ao mesmo tempo. Pelo criacionismo o assunto é pacífico - a Bíblia proclama-o de uma ponta à outra. O problema está do outro lado. Ou seja, é possível a um evolucionista ser considerado como tal aceitando “that God guided the process of evolution”?

    (Boa exposição).

     
  • At 10 de fevereiro de 2009 às 13:04, Blogger cbs said…

    ó Pedro, é que num sentido sou - e julgo que qualquer cristão também - criacionista, uma vez que nos referimos a um Criador.
    Isso não impede a teorização e análise do mundo e da sua história. Não impede que se encontre uma grande probabilidade na teoria da evolução, tendo em conta que o Darwinismo já não é o que foi. Mas o conhecimento actual, não briga com a Criação, talvez brigue com uma certa leitura literal da Biblia, é só...

    Quanto à condução (guidance by the Lord), também tenho as minhas duvidas...
    Vejo sempre a hipotes de Deus como Pai; ora um Pai não determina o caminho do filho; gera-o e acompanha-o, mas dá-lhe liberdade de crescer... poderá ser assim com a Criação, ou seja, não pré-determinada?... e cá estamos na questão do determinismo, a lembrar a discussão do Erasmo com Lutero :)

     
  • At 12 de fevereiro de 2009 às 12:57, Blogger Joao Leal said…

    Penso que a teoria da evolução está ainda numa fase não muito desenvolvida. Com o avançar da ciência, novas descobertas irão, de certeza, reformular algumas explicações hoje dadas. Não deixa, por isso, de ser a melhor forma de explicar a origem e procedimentos da vida. A paleo-ciência é a tradição oral do ocidente. Ocupa na nossa sociedade o lugar das tradições orais nas comunidades do resto do mundo.
    O creaccionismo de Genesis é uma dessas (muitas) tradições orais passadas a papel e a letras, só que dessiminada pelo mundo inteiro.
    Pensar literalmente palavras de cujos autores as vivências se desconhece não será certamente a melhor das maneiras de formar uma opinião. Isto é válido para adeptos Creaccionistas e Evolucionistas.
    Porque se é certo que muitos leigos aceitem a Teoria de Evolução, é menos claro que saibam o minimo sobre os assuntos em causa. No fundo, adoptam a ideia sem saber verificar ou mesmo sem a analisar em profundidade.
    De qualquer modo, são duas ideias magnificas e muito belas.
    Qual o papel de Deus em cada uma delas é um mistério.

     
Enviar um comentário
<< Home
 
 
Um blogue de protestantes e católicos.
Já escrito
Arquivos
Links
© 2006 your copyright here