sexta-feira, dezembro 07, 2007
Justiça
São umas atrás das outras. Agora foi no Porto. Três indivíduos, com longo cadastro, sovaram e ataram a um poste outro indivíduo que depois tentaram imolar. O móbil do crime foi o roubo de alguns euros. A vítima ficou com queimaduras graves nas costas e no peito e teve que ser internada no Hospital Magalhães Lemos com problemas psicológicos decorrentes do ataque. À luz do novo Código de Processo Penal, os agressores aguardam julgamento em liberdade e o coordenador da Polícia Judiciária que emitiu o mandado de detenção enfrenta um processo-crime por prisão ilegal.
O Humanismo reina e os cristãos contemporizam. Os filhos de Rousseau fazem as leis. E quando se acredita mais no Homem do que em Deus a Justiça está sobre permanente ameaça.

Pedro Leal
posted by @ 12:47 da tarde  
18 Comments:
  • At 7 de dezembro de 2007 às 13:15, Blogger samuel said…

    "Os filhos de Rousseau fazem as leis. E quando se acredita mais no Homem do que em Deus a Justiça está sobre permanente ameaça."

    Caro Pedro Leal
    São se calhar, alguns "filhos de Rousseau", mas certamente os mais estúpidos.
    Quanto à justiça terrena "feita" por Deus, vamos deixar isso para o Afeganistão, Irão, Arábia Saudita e alguns "tribunais" dos EUA, etc...
    Não lhe parece melhor?

     
  • At 7 de dezembro de 2007 às 13:31, Blogger cbs said…

    pois é, eles não têm culpa Samuel;
    foi o meio capitalista que os fez assim...
    (desculpa-me a ironia :)

     
  • At 7 de dezembro de 2007 às 13:48, Blogger Nuno Fonseca said…

    Samuel,

    Não sei com que semântica referiste os terroristas como 'estúpidos', mas faz tempo desde que Platão expirou o seu prazo, e a inteligência deixou de sinonimar a bondade.
    Queiram ou não, estes são produto de si mesmos, e se a lei lusa se cala, logo, proverbialmente, consente.

    Mas que sei eu? Não sou parte da modernidade que José Sócrates diz que entrámos.

    Paz.

     
  • At 8 de dezembro de 2007 às 00:29, Blogger samuel said…

    "Não sou parte da modernidade que José Sócrates diz que entrámos."
    (Nuno Fonseca)

    Eu sabia que para além das qualidades evidentes, devias ter mais algumas escondidas... :):):)

    Abraço.

     
  • At 8 de dezembro de 2007 às 12:13, Blogger David Cameira said…

    Mas pq é os advogados q ainda nao declararam inconstitucional este novo codigo de processo penal, pq é q os juizes ainda o aplicam ???

    Isto está a ir tão longe q deviam era prender o ministro da justiça e o primeiro Ministro de Portugal por crime de denegação da justiça e por alta traiçao a Patria

    Ai a falta q faz a " DEATH PENALITY " para casos tão graves e clamorosos

     
  • At 9 de dezembro de 2007 às 00:26, Blogger samuel said…

    Oh caro David! Que deslize...
    Então no mesmo comentário em que achas (e bem) que os legisladores e juízes são uns incompetentes, pedes que regresse a pena de morte?
    Mesmo que a pena de morte fosse uma coisa aceitável, onde irias buscar os juízes infalíveis?
    Ou passaria a ser Deus a intervir directamente nos tribunais, sempre que se tratasse de assassinar legalmente cidadãos?

     
  • At 9 de dezembro de 2007 às 12:43, Blogger cbs said…

    David
    o Samuel tá com a razão... não compreendo como pode um cristão justificar a pena de morte... aida por cima esquecendo o mesmo argumento com que condena o "aborto" e a "eutanásia".
    Há que pensar!

     
  • At 9 de dezembro de 2007 às 15:38, Blogger João Leal said…

    cbs,

    então e Levitico, onde o deixas?

    Dá que pensar a ambiguidade cristã dos nossos dias...e ainda bem!

     
  • At 9 de dezembro de 2007 às 19:53, Anonymous Anónimo said…

    A questão da pena de morte pode estar, de forma indirecta, ligada ao tema do post. No fundo, pode funcionar como o primeiro passo na desvalorização da vítima: garante-se ao agressor o que não foi garantido à vítima, o direio à vida. Mas a questão da pena de morte também serve para "emperrar o sistema". Perante barbaridades como a citada no post, acabamos muitas vezes por desfocar a atenção do caso concreto e caímos na disputa, que sabemos ser virtual, sobre a legitimidade ou não da pena capital.

    Pedro Leal

     
  • At 9 de dezembro de 2007 às 22:59, Blogger cbs said…

    João, o Levitico? onde o deixo? os regulamentos?

    Confesso a minha ignorancia.
    Devia ler a Biblia devia, mas... podias concretizar a questão... para suprir a minha falha biblica :)

     
  • At 10 de dezembro de 2007 às 10:12, Blogger David Cameira said…

    Maltinha,

    O joão Leal já respondeu, por mim, tudo o q havia para responder, OBG João Leal!

    Qt ao demais..., pois deve sempreser considerada essa questão, no entanto...vai um mundo de diferença entre a forma como a pena de morte é aplicada an Coreia do Norte ou no Sudão e a forma como é aplicada em paises de tradição judaico-cristã

    Sim os juizes, nem os padres, nem os pastores E NEM MM OS PAPAS ( dsc a minha tirada protestante, lol... ) são infaliveis mas quem fez este código tb não o é e ele está a vigorar.....

    P.S. - na biblia, livro de Genesis, caps 6 a 9 temos o relato Histórico de Noé - DEUS fez com Noé um pacto, já mm post-diluviano em que assentava sobre a pena de morte...foi isto que me fez ter cada vez menos indecisões sobre tal assunto

    FELIZ E SANTO NATAL PARA TODOS

    ANO NOVO ABENÇOADO

     
  • At 10 de dezembro de 2007 às 10:13, Blogger David Cameira said…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • At 10 de dezembro de 2007 às 11:23, Blogger David Cameira said…

    Ops, no comentário acima enganei-me.
    Deveria ter escrito: Biblia

     
  • At 10 de dezembro de 2007 às 11:44, Blogger Scott said…

    Devias mas era ter escrito:

    Bíblia (desculpem lá o "acento" americano - eh eh)

    Quanto ao poste, tenho que confessar da minha parte uma descendência filosófica de Rousseau. Sou mesmo ingénuo em relação às pessoas ainda desconhecidas. Perco o tal parentesco à medida que vou conhecendo os amigos. Que desilusão pá!

     
  • At 10 de dezembro de 2007 às 13:42, Blogger samuel said…

    "FELIZ E SANTO NATAL PARA TODOS
    ANO NOVO ABENÇOADO"
    (David Cameira)

    Todos mesmo, David? Peço desculpa, mas duvido muito que estejas a ser minimamente sincero!
    Pena de morte?!!!!
    Achas mesmo que há "diferenças" na pena de morte?
    Caro, só há pena de morte ou ausência de pena de morte. Não existe assim-assim...
    Que decepção! No meio da gritaria e excessos de entusiasmo que por vezes tens, julgava-te uma pessoa bem melhor! Lamento!

     
  • At 10 de dezembro de 2007 às 15:09, Blogger cbs said…

    Há uma diferença entre o discurso e o acto que, sendo já patente na vida real, nesta coisa virtual ainda se acentua mais.
    O David é uma pessoa melhor, fica certo disso Samuel. Não o vejo mesmo a matar ou fazer matar alguém.

     
  • At 11 de dezembro de 2007 às 09:28, Blogger Scott said…

    De um certo ponto de vista o David tem toda a razão. Antes de sacarem as vossas armas, tenham calma... afinal nem todos os que já viveram no Texas estão a favor da pena de morte. Refiro mas é ao facto de merecermos todos a morte e pela mercê divina é que escapamo-la. Não quero ser hipócrita.

     
  • At 13 de dezembro de 2007 às 10:59, Blogger David Cameira said…

    Agradeço ao Scott a minha defesa embora eu já nem me importe muito de ser " linchado " pela defesa dos valores Cristãos Bíblicos.

    Por outro lado tenho a chamar a atenção que os capítulos de génesis que citei sãom uito claros e segundo muitos teólogos evangélicos não foram abulidos com a, actual, dispensação da igreja

    ( vid Wikipédia: dispensacionalismo )

    Por outro lado, o Samuel está a lavrar num equívoco

    Não queiras comparar:
    Primeiro, a mentalidade de muitos cristãos Humanistas e secularistas ( para não dizer mm racio-vitalistas na prática )com a mentalidade daqueles outros ( e mm de islamicos que não sejam terroristas, para não vir para ai ninguem a dizer q faço a apologia do evangelho das bombase etc e tal ) para os quais esta vida não é MMM tudo, para os quais, O MELHOR AINDA ESTÁ PARA VIR, " Glória, Glória Haleluiah!!!
    VENCEU O REI JESUS "

    Segundo, morreres á machadada, amarrarem-te e besuntarem-te com alcatrão ou gasolina em cima e depois atearem-te um fosforo, como fez(faz ?)o KKK, que o Rev DOCTOR Martin Luther King Jr conheceu muito bem e dos quais tb fala, abundantemente, o Philip Yancey ( ou á catanada como os comandos portugueses fizeram em áfrica contra os " turras " africanos e estes contra os "tugas" - coisa q no caso português foiestratégia deliberada da PIDE para fomentar a guerra psicológica - )
    Como uma execução que tem q passar por muitos escrutínios, desde logo uma tremenda unanimidade dos actores do sistema judicial, desde logo estar acusado por um nº muito restrito e de enorme gravidade de tipos criminais, desde logo reveçar especial intençaõ ou dolo e profunda preversidade, desde logo muitas outras coisas que nao me vou por aqui a enumerar todas pq senao não saia daqui tao cedo e me parece q te sejamais util ires ler manuais de direito processual penal , americanos e ( em português ) as sebentas da profª Drª Teresa Beleza que me deu aulas a mim e dos quais te forneço a indicação bibliográfica completa, se precisares.

    Agora tu tb tens razão em algumas coisas:

    Desde logo, os estados Sulistas ( onde esta questão se põe de forma mais " quente " ) a grande maioria dos juris são brancos e a maioria dos acusados são negros.

    Desde logo, esta pena é irreversivel

    Mas, sobre isso, amigo assiste aos filmes:" America proibida ", " Missisipi em chamas " e " Tempo de Matar " - este último até baseado na obra homónima de John Crishan ( julgo q está bem escrito )e já ai tens alguém a efectuar essas denúncias, com as aquais concordo plenamente aliás.

    E além disso, como bem disse o Scott, " afinal nem todos os que já viveram no Texas estão a favor da pena de morte. "

    O governador do Texas NÃO É a totalidade da sua população, assim como, o pastor NÃO É a totalidade da igreja

    depois tens a tirada profundamente evangelística e exta do mm missionário americano, acima mencionado

    Mas repara que eu, por causa de factos e circusnstâncias do meu passado recente, estou cada vez mais desiludido com os políticos europeus...dai poder parecer q me estou a tornar tipicamente Bushista...
    Aliás aqui no trentoe mm ao vivo por vezes parece q eu e o Scott invertemos os papeis.
    Ele é missionário da CBS e é o missionário americano mais português que eu já conheci ao passo que eu, que sou " tuga " pareço, por vezes, fundamentalista, militarista, Bushista ( então agora que descobri o dispensacionalismo ....)

    Mas enfim, como disse o Tiago Cavaco num outro almoço do Trento, eu devia era ir para os Estados Unidos e ter um talk Show meu
    Quem sabe não foi uma profecia, ??? resta saber se foi de DEUS...

     
Enviar um comentário
<< Home
 
 
Um blogue de protestantes e católicos.
Já escrito
Arquivos
Links
© 2006 your copyright here