segunda-feira, maio 14, 2007
"Católicos" de direita, escutem o Papa Bento XVI no Brasil
Há três semanas interrrogava-me aqui sobre "quem vai o Papa em Maio puxar mais as orelhas: se aos teólogos da libertação se aos teólogos do mercado que deixam aprofundar o fosso entre os ricos e os pobres na América do Sul".

A resposta chegou ontem, a 13 de Maio.


"Tanto o capitalismo como o marxismo prometeram encontrar o caminho para a criação de estruturas justas e afirmaram que estas, uma vez estabelecidas, funcionariam por si mesmas. E essa promessa ideológica demonstrou-se falsa.

O sistema marxista não só deixou uma triste herança de destruições económicas e ecológicas, mas também uma dolorosa destruição do espírito. E o mesmo vemos no Ocidente, onde cresce constantemente a distância entre pobres e ricos e se produz uma inquietante degradação da dignidade humana com a droga, o álcool e as subtis miragens de felicidade.

A economia liberal de alguns países latino-americanos está a aumentar o número de pobres e excluídos.

Quem exclui a Deus de seu horizonte falsifica o conceito de realidade e, em consequência, só pode terminar em caminhos equivocados e com receitas destrutivas.

A Igreja é advogada da justiça e dos pobres.

A opção preferencial pelos pobres está implícita na fé cristã.

A globalização, embora seja um êxito em certos aspectos e um sinal da profunda aspiração da unidade, apresenta os riscos dos grandes monopólios e da conversão do lucro em valor supremo
."

timshel
posted by @ 6:09 da manhã  
8 Comments:
  • At 14 de maio de 2007 às 09:31, Blogger cbs said…

    não li nada, mas... e sobre a Teologia da Libertação?
    nem uma palavra?

    De qualquer forma, acompanho as palavras do Papa quanto à economia, por isso sou social democrata.

     
  • At 14 de maio de 2007 às 11:49, Anonymous chapeleiro maluco said…

    Mesmo sendo protestante gosto da raposinha Ratzinger. Seus posicionamentos firmes quanto à questões pertinentes como família, aborto e outras coisitas me agradam, afinal, a igreja não tem que se adaptar ao mundo e sim o mundo a igreja. Mas, como bom católico, Ratzinger não podia ir embora sem fazer alguma cagada, e taxar como "seita" alguns dissentes da "igreja-mãe", bem como ratificar o pensamento imbecil de que "fora do catolicismo não há salvação" mostraram as velhas garras da inquisição da - esta sim - maior seita cristã.
    Ratzinger, como todo homem, é um paradoxo, transita entre pensamentos balizados nas Escrituras e delírios citando o maior plagiador da história: Marx.

     
  • At 14 de maio de 2007 às 11:56, Blogger Antonius Block said…

    chapeleiro o epíteto de maluco faz jus aos teus sempre pertinentes comentários!

    Um abraço, em Cristo

     
  • At 14 de maio de 2007 às 12:38, Blogger samuel said…

    Posso ser papista só por um bocadinho?
    Posso?
    Obrigado, já está!

    P.S. Caro Antonius. Respondeu-lhe, danou-se!

     
  • At 14 de maio de 2007 às 13:19, Blogger zazie said…

    Ora bem, aqui está a prova que não é preciso ser-se esquerdalha para se concordar com o grande Ratzinger

    ";O)

     
  • At 14 de maio de 2007 às 13:34, Anonymous chapeleiro maluco said…

    É Antonius Block, o cruzamento de um talentoso músico com o personagem de Von Sydow no filme de Bergman geraram esta fantática coletânea que sai do vosso minguado cérebro:
    "O que se reconhece é a sua grande intimidade com Ele, e da nossa miséria pedimos que orem por nós, tal como pediríamos a um amigo. Pensa antes no inverso: Nunca orarem por nós é em demasia. Ou deixamos de pedir que orem por nós porque "ah eu já falo directamente com o Pai"?" (comentário em um post anterior).
    Se eu tenho intimidade com o Pai, pq preciso de intermediários?
    Só um Block (conjunto) de espasmos intestinais poderia regar todas as folhas de uma árvore quando o que importa, e o acesso é permitido, é regar a raiz.
    Um abraço em Cristo.

     
  • At 14 de maio de 2007 às 16:11, Blogger Antonius Block said…

    caro chapeleiro,

    O meu comentário era amigável, metendo-me contigo pelas tuas assertivas opiniões políticas num´blog que não visa essencialmente discutir isso.

    Não vou entrar por esse caminho amigo. Procura outro.

    Um abraço, em Cristo

     
  • At 14 de maio de 2007 às 17:38, Blogger cbs said…

    amigo e senhor maluco
    Se tem tanta intimidade com o pai, pq não vai à mãe?
    um abraço em Cristo

     
Enviar um comentário
<< Home
 
 
Um blogue de protestantes e católicos.
Já escrito
Arquivos
Links
© 2006 your copyright here