quinta-feira, novembro 12, 2009
expiação
Adão: A culpa foi da Eva.

Eva: A culpa foi da serpente.

Deus: Olhem, vão bardamerda com essa conversa.



vítor mácula
posted by @ 12:06 da tarde  
10 Comments:
  • At 12 de novembro de 2009 às 17:38, Blogger MC said…

    não me parece!

    podemos ter muitas ideias sobre a verdade. Mas um dia calha-nos.

    bjs

     
  • At 13 de novembro de 2009 às 10:52, Blogger Vítor Mácula said…

    bem, a minha nhurrice está cada vez mais apurada LOL não percebi o que te parece e não parece, quais ideias a que te referes, nem o que de verdade ou falsidade nos calha ou não num dia irrefutável. bjoca, bom fim-de-semana

     
  • At 13 de novembro de 2009 às 11:54, Blogger anareis said…

    Estou fazendo uma Campanha de Natal para crianças necessitadas da minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,são crianças que não tem nada no Natal,as doações serão destinadas a compra de cestas básicas-roupas-calçados e brinquedos. Se cada um de nós doar-mos um pouquinho DEUS multiplicará em muitas crianças felizes. Se voce quiser ajudar é fácil,basta depositar qualquer quantia no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Voce verá como doar faz bem a Alma,obrigado. meu email asilvareis10@gmail.com

     
  • At 16 de novembro de 2009 às 17:58, Blogger timshel said…

    A culpa foi de Deus.

    Deixou a maçã na árvore, depois a serpente, o Adão e a Eva acharam que ainda não tinha chegado o tempo da física newtoniana e resolveram descobrir a culpa como uma agradável alternativa à ciência moderna

     
  • At 16 de novembro de 2009 às 18:47, Blogger zazie said…

    ehehe

    Que imagem mais bonita e bacana que o Timshel deu.

    É um pocinho de surpresas, este rapaz lacónico

    ":O))))

     
  • At 17 de novembro de 2009 às 16:22, Blogger Vítor Mácula said…

    claro, precisa e originariamente – a culpa é sempre dum terceiro, das más influências, do tempo lá fora, da confusão da vida, de Deus que fez as coisas assim e assado, etc; é “ab initio” que tiramos a água do capote, isto é – que cobrimos com uma inútil parra a nudez da verdade ;)

     
  • At 17 de novembro de 2009 às 21:07, Blogger MC said…

    bom, já teve desenvolvimento... :)

    eu fixei-me foi na "fala" de Deus. Parece advir dela um desligamento de Deus em relação à Criação. Criou e o pessoal que se arranje.

    Algumas correntes que têm do Homem uma visão pessimista, proclamam o "dia" em que Deus vai olhar para isto (nós) e vai exercer o seu juízo. São assim os nossos códigos de conduta.

    Prefiro (no sentido em que se apresenta mais consentânea com o Deus Bíblico)a imagem de um Deus que não consome, mas consuma.

    Apesar das nossas infidelidades não há a mínima possobilidade de estragarmos o sentido da Criação.

    Um "dia" apreenderemos o sentido das coisas. Ou dito de outra forma tornar-se-ão claras a nossos olhos.

    E o bom disso tudo, é que não estão guardadas para o "fim dos tempos" mas podemos começar a experimentá-las agora. Dentro das limitações que nos consomem, claro.

     
  • At 18 de novembro de 2009 às 15:59, Blogger Vítor Mácula said…

    bem, o juízo corresponde a um olhar “na verdade”: a revelação de si próprio “na pura nudez”. um dia do caraças, e evidentemente… terrivelmente exigente, sem treta nem bazófias absolutamente nenhumas (não fazemos a mínima a que é que isto corresponde, claro, e daí o problema do ser e da conduta). é o sentido de nós mesmos que está em jogo. penso que esta parte do Génesis foca mais isto do que o sentido da Criação, que é tratado no início do início quando o olhar revelador mostra que todas as coisas criadas são boas.

     
  • At 18 de novembro de 2009 às 16:13, Blogger Vítor Mácula said…

    PS: a "nudez" é também tratada, e com toda a ferocidade devida, no Livro de Job. é que no início, nunca convém dramatizar muito as coisas LOL primeiro o leite, e depois o sangue e a carne, como disse o outro ;)

     
  • At 18 de novembro de 2009 às 19:57, Blogger MC said…

    mano,

    o que vale é que te leio por vários sítios...há um que está em falta e precisamos remediar. ;)

    até breve,
    beijinhos

    ps- não, a verdade é que vai sendo bem bom ler-te. :)

     
Enviar um comentário
<< Home
 
 
Um blogue de protestantes e católicos.
Já escrito
Arquivos
Links
© 2006 your copyright here