terça-feira, maio 01, 2007
Isto também podia ser um lema do blogue
Esta frase do Nuno é preciosa: "o apuramento espiritual não se associa necessariamente à cruzada por um credo perfeito à prova de toda a refutação, ou numa peregrinação obsessiva pela igreja do primeiro século".

Carlos, estamos prontos a continuar?

Tiago Cavaco
posted by @ 12:07 da tarde  
93 Comments:
  • At 1 de maio de 2007 às 12:46, Blogger David Cameira said…

    Pois e´Nuno0 Fonseca eu julgava q tu eras outro Nuno, q é casado com uma das irmãs do Tiago Cavaco ( e foi nessa presupsição q dsse tudo o q disse ) mas olha já está dito, já esta´e tb não me arrependo muito

    So me arrepiou um pouco, a mim q aprendi a dar valor a virgem Maria er a S José com um pastor baptista - pq antes eu era anti-católico e SUBRETUDO anti-mariano ), aquela do "PAGÃO SINCRETICO" e do "POLITEISMO" mas enfim , ...tu já pedis-te perdão e eu tb sou pecador e quero estender os braços para os irmãos, pq entendo q devemos considerar irmãos ( ainda q com erros, vícios e pecados que é preciso estirpar - tal como os nossos - )todos os q concordem, por isso comungem, estejam em comunhão, com a teologia do CREDO APOSTÓLICO

    Que DEUS TRIUNO te ajude e esclareça na tua peregrinação em busca da VERDADE QUE É JESUS, KURIOS YESUS, ( SENHOR JESUS ) " (...) para que ao nome de JESUS se sobre tdo o joelho e toda a lingua confesse que JESUS CRISTO É SENHOR" diz-ns Paulo

    Agora o outro Nuno , de quem eu falei, julgo q encontrarás no blogue " mucankala " ( julgo q é assim que se escreve )se tiver curiosidade em conhece-lo

    Por fim o Nuo Mac-milan tb é dos meus contactos e tb andou pela igreja baptista ( de onde eu tb sou oriundo ) mas já há bastante tempo que não sei nada dele

    Olhe felicidades para todos, sim tb para os blogers ctólicos, looll

     
  • At 1 de maio de 2007 às 12:47, Blogger zazie said…

    Entre rambodarias a bordo e o CC fora, eu prefiro já que ele volte, mesmo com pastorícia à rambo-na-língua.

    O Carlos é uma das grandes mais valias deste blogue. A todos os níveis. Também faz muita falta o José. Mesmo muita. Quanto mais conservadores, melhor.

     
  • At 1 de maio de 2007 às 13:16, Blogger zazie said…

    E também podia haver o lema do contraditório do Trento: "tira o busho da língua".

     
  • At 1 de maio de 2007 às 13:22, Blogger cbs said…

    "irmãos(ainda que com erros, vícios e pecados que é preciso estirpar - tal como os nossos)"

    David
    tu queres-me estripar?
    queres-me com as tripas de fora meu?
    :)

     
  • At 1 de maio de 2007 às 14:27, Blogger David Cameira said…

    Zazie,

    O "busho" ou o "Bush" ? ,

    LOL

    Cbs,

    O irmão sabe interpretar muito melhor do q eu sei escrever mas eu explico-me: extirpara mas não estripar

    quem queria estripar era a Carbonária

    E depois há q extirar os pecados dos irmãos ( e os meus próprios ) mas com AMOR AGAPE pelos mm/s

    Por exemplo devemos abominar e sentir asco pelo pecado de homosexualismo mas amar e ajudar os homosexuais, lesbicas e transsexuais.

    Esse é antidoto ideal para o relativismo e para a homofobia

     
  • At 1 de maio de 2007 às 14:31, Blogger zazie said…

    é o busho, aquilo é mesmo uma ramada no bucho

     
  • At 1 de maio de 2007 às 15:21, Blogger zazie said…

    essa do asco aos invertidos ultrapassa-me. Mas ainda me ulrapassa mais que depois seja preciso ajudá-los para não se sofrer de alguma fobia da moda.

    Carago, acaso a gayzice é atributo de santidade. Faz deles gente boazinha e vitimazinha que precisa de ser ajudada para não se despejar em cima o asco que sentimos?

    É o que eu digo... quando se vive de palavras e virado do avesso, a esconder a natureza, em 3 tempos racha o verniz e salta o animalzinho que está cá dentro.

    Antes chamar panilas e mariconços e fufas que considerar um novo ramo na evolução das espécies.

    E, ainda por cima, um ramo que nasce com bondade natural, sem ser gente com os mesmos defeitos de todos nós.

     
  • At 1 de maio de 2007 às 15:23, Blogger zazie said…

    Vou guardar este exemplo para a colecção dos malefícios do politicamente correcto.

    Ando a criar uma base de dados.

     
  • At 1 de maio de 2007 às 19:53, Blogger cbs said…

    "devemos abominar e sentir asco pelo pecado de homosexualismo mas amar e ajudar os homosexuais"

    amar com asco?
    socorro!
    :)))

     
  • At 1 de maio de 2007 às 20:15, Blogger zazie said…

    ahahahhahaa

    Devias estar com a cabecinha noutro lado
    ehehhee

    Era assim a modos que de nariz tapado
    ahahahahaha

     
  • At 1 de maio de 2007 às 20:18, Blogger zazie said…

    Vem cá coitadinho, mas não te aproxegues muito; tu não tens culpa mas isso é uma nojeira.

    E de nariz tapado
    ":O)))

     
  • At 2 de maio de 2007 às 00:25, Blogger David Cameira said…

    pode gozar a vontade q nao me desmoraliza

    e olhe q a si e q se desmoraliza pq a igreja catolica devia estar a fazer este trabalho mais de acordo com a BIBLIA

     
  • At 2 de maio de 2007 às 00:49, Blogger zazie said…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • At 2 de maio de 2007 às 00:50, Blogger zazie said…

    a fazer que trabalho, ó Cameirita?

    A chamar a vós os panilas para depois os amarem com muito com asco?

    ahahahahah

    Imagina que era uma coisa que te acontecia. Ter o triste do azar de dar para a causa rabichal. Como é que fazias? passavas a ter asco de ti próprio e depois a pedir para te amarem muito por causa da homofobia.

    Que é assim a modos que uma nova doença que faz pirar a sete pés toda a gente, quando há mariconço por perto?

    era isso? foi isso que te ensinaram na langue de bois?
    ":O))))

     
  • At 2 de maio de 2007 às 00:55, Blogger David Cameira said…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • At 2 de maio de 2007 às 00:59, Blogger zazie said…

    está-te a dar a macoca? queres que chame o 112?

    Vê lá. Se fosse a ti ia já enfiar a mona dentro de um balde de água fria

    ":O)))

     
  • At 2 de maio de 2007 às 01:03, Blogger zazie said…

    aaahhh tu tens o vício. E que é que a malta tem a ver com isso.

    Isso não é vício, é prazer, pá. Não te prives. Se privas, dizem que ainda é mais perigoso porque o vício sobe à mioleira e faz maiores estragos.

    Claro que no caso da mioleira já ter escassez de neurónios, pode ser uma autêntica catástrofe.

    Faz o que te pede o corpo e segue o coração, que olha que no partido não te podem chatear. Bem podem eles limpar as mãos à parede

    ":OP

    Querias agora tu curar a rabichice. Que coisa mais tolinha. Quem te disse vais ver que é impotente. Ninguém gosta de estar sozinho na desgraça

     
  • At 2 de maio de 2007 às 01:06, Blogger David Cameira said…

    Pronto vou corrigir as gralhas,

    IMAGINE Q E RAPTADA POR ETS DE MELMAC E VAI CONHECR O alf ...

    Agora a sério, DEUS vela por mim para q tal nao aconteca
    Mas o q tenho visto e q a Igreja catolica ou fecha os olhos e acha q esles estao bem ( mas a biblia diz q eles tem um pecado abominavel - vid primeiros capitulos da carta de Paulo aos romanos )ou entao e para correr com eles e pronto acabou-se

    Eu prefiro q me ajudem a recuperar do meu vicio e a nao voltar a pecar com imoralidade sexual

    e o melhor e q há ex-gays a ajudar outros a sair desse pecado e dessa vida desregrada e escandalosa

    JESUS SEJA LOUVADO NA TERRA COMO O É NO CEU, ALELUIAS AO REI !!!

    PS- vid a pastoral dos homossexuais

    E ja´estão em Portugal a desenvolver esse trbalho meritorio de recuperação e regeneração de homossexuais

    Lament mas nao tenho informação sobre as lésbicas e transsexuais

     
  • At 2 de maio de 2007 às 01:30, Blogger zazie said…

    recuperar homossexuais? quem é que anda a meter ao bolso à custa dessa grande aldrabice? conta lá...

    Quem? o PS? a maçonaria? esses são uma incubadora ...

    tu não sejas mais tontinho que isso depois é que é irreversível.

    Então alguma vez desde que o mundo é mundo, quem se passou para esse lado, regressou?

    Mas é que nunca. O máximo que pode acontecer é ganhar taras maiores por não poder dar livre curso ao que lhe apetece.

    Estás agora a imaginar que isso é coisa como a febre dos fenos, ou quê?

    Deixa essa treta. Ninguém tem nada a ver com a vida privada das pessoas.

    Acaso, quando vais ao cinema ou reservas uma mesa num restaurante, te perguntam do que gostas na cama?
    hãããã?

    Achas que é habitual as pessoas andarem a dizer isso alto e em coro nos transportes públicos, ou no supermercado?

    "Eu cá sou gay, tenho direito a passe especial ou a desconto"?

    Que coisa mais estapafúrdia

    ":O))

     
  • At 2 de maio de 2007 às 11:38, Blogger Nuno Fonseca said…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • At 2 de maio de 2007 às 11:40, Blogger Nuno Fonseca said…

    Zazie, contudo, a homossexualidade ainda não foi provada como degeneração genética e, assim, é sofrível de ser ultrapassada esforçadamente. A verdade é que alguns evangélicos convertidos foram, no passado, homossexuais, e hoje, são pais de família. E depois, há o Rev. Haggard. Mas, enfim. What can you do?

    Quanto à forma de abordá-los espiritualmente, julgo que devemos seguir a máxima do 'ama o pecador, odiando o pecado'. Mas nunca pela política de ódio dos mesmos fundamentalistas/neoconservadores que condenam o homossexualismo porque, no fundo, reduz o nº de entradas nas fileiras do exército, onde se violará o mandamento do 'Não matarás' com grande fervor patriota.

     
  • At 2 de maio de 2007 às 11:50, Blogger zazie said…

    É Nuno, a única coisa que acho que se deve fazer é não dar grande trela solta ao proselitismo dos casamentos gay e coisas assim, como ensinarem nas escolas, às criancinhas que essa história é uma coisa de "opção". Se optar l*** n* c*, opta, o menino deve aprender que a opção é livre e coisas anormais do género. E esse é o caminho. Já anda lei a ser preparada lá pelos camaradas do Camarinha.

    Fora isso, essa história da conversão pastorícia, dá-me mais ideia que há-de ser uma boa treta.

    Se o rabicha não vai ao pastor, ainda acaba por ir à ovelha...

    né?

     
  • At 2 de maio de 2007 às 11:51, Blogger zazie said…

    Olha, este aqui, também deve ter sofrido um tratamento desses e vê só o que lhe aconteceu

    http://bp2.blogger.com/_YD_e3G3fUpY/RdUcSVYyG0I/AAAAAAAAASU/zJpFvkX-2ws/s1600-h/cristobal+hara.jpg

     
  • At 2 de maio de 2007 às 14:11, Blogger Nuno Fonseca said…

    Embora não saiba que tipo de pulsões um homossexual sinta, penso, contudo, que não seja diferente das dum heterossexual, embora com um objecto distinto. Nesse sentido, sabemos que a carne não diferencia moralmente entre o cônjuge e o(s) amante(s) da ocasião, mas, no entanto, é espiritualmente possível contermo-nos.

    Pensa bem, haveria um Deus amoroso permitir que um ser humano nascesse com uma inclinação erótica que lhe impossibilitasse uma conversão sincera e, consequentemente, a salvação? A não ser que a predestinação seja mesmo autêntica. Então aí, o Rev. Haggard jamais poderá descobrir a genitália dos anjos, e, assim, os rapazinhos alados do Reino podem suspirar sobre as suas harpinhas, pela ausência dele.

    Mas deixarei de mencionar o homem, que após uma semana numa clínica de reabilitação, limpou-se de toda a sua gayidão, segundo faz constar.

    Apesar dos fraudulentos, creio, contudo, que há ex-homos que se convertem sinceramente, e abandonam as práticas, apesar de impulso que ainda possuam.

    Afinal, muitos entre nós, recém-convertidos, fomos mulherengos, praticantes de 'porneia', mas superámos a fornicação, bem ou mal. E, no entanto, o desejo sexual não é o mesmo?

     
  • At 2 de maio de 2007 às 14:50, Blogger zazie said…

    Nuno,
    Tu paresce-me um rapaz inteligente. Tudo o que dizes, em fantasia ou teoria podia ser muito bonito. Eu duvido, acho que devia ser muito mais perverso. Essas teorias já tiveram por cá alguma divulgação, a nível da pscianlásie. Lembro-me bem dos debates que houve com um Afonso de Albuquerque. Podias ver o filme do Kubrik, o Laranja Mecânica que é uma aplicação delas.

    Mas falharam. E falharam porque o behaviorismo não explica tudo. Antes pelo contrário, pode fazer derivar para maior perversidade, aquilo que não é deixado à vontade.

    É como os canhotos. Também se dizia que tinham pacto com o diabo e obrigavasse a escrever com a direita. E isso causava grande perturbações porque a metade do cérebro direita que comanda o lado esquerdo, não pode ser trocada assim.
    Eu sou canhota e os meus pais nunca deixaram que me obrigassem na escola a escrever com a direita. E, nessa altura, a burrice era grande e o "cruzes canhoto" ainda tinha peso na mentalidade das pessoas.

    Neste caso da homossexulidade, o que me faz confusão são os teus exemplos. Parece que os gajos te fizeram a cabeça e só consegues pensar nos casos americanos.
    Como se vivesses fora da nossa realidade.

    Para te explicar como isso pode ser uma enorme cegueira política, deixo-te aqui um link do post do Cocanha de onde vinha a imagem. E vais ver como o motivo é mais premente.

    E diz-nos respeito. Porque eu acho que as religiões são importantes, enquanto esse espaço de liberdade e manutenção dos costumes, que não se deixa terraplanar pela investida jacobina.

    Mas há que se sensato. E não desejar a lua. Porque, se falta a sensatez, em 3 tempos eles estão a tirar-vos terrenos, mostrando que são uns fanáticos, uns exagerados, e uns obscurantistas que impedem a liberdade das pessoas.

    E aí, meu caro, o que é fazias? onde estava a boa força do reverendo coiso que gosta de ir ao cu dos meninos?

    Estava em lado nenhum.E depois, a socieade é que paga com os vossos exageros. E aquele pacote zapatero, já entrou em Espanha, e tudo há-de fazer para entrar cá. E, o pior é que já nem é a Igreja Católica a fundamentamista nessas coisas- são vs.

    E depois, como vivem com a América na cabeça, por causa da lavagem ao cérebro, ainda são capazes de pedir a laicização do país à custa dos privilégios da Concordata. Como diz o Pedro. E aí então, é que nem à boleia conseguem aguentar-se .Hão-de ficar como uma qualquer seita anacrónica e fundamentalista, que se opõe à liberdade cívica das pessoas.

    Já seria um trabalho excelente se conseguissem travar a lei dos casamentos homo. isso sim, isso é possível, viável e bem desejável

    http://cocanha.blogspot.com/2007/02/orientai-vos-ento.html#comments

     
  • At 2 de maio de 2007 às 14:53, Blogger zazie said…

    fundamentalista e outras gralhas. Sorry foi à pressa porque estou a trabalhar.

     
  • At 2 de maio de 2007 às 15:00, Blogger zazie said…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • At 2 de maio de 2007 às 15:01, Blogger zazie said…

    E olha, em vez de perderem tempo a rezar pelo reverendo coiso que devia era ir de cana, mais valia que também não rezassem pelas alminhas pedófilas desses caralhos todos que andam no poder. E que ainda têm a lata de irem em braços até à Assembleia e pedirem indemnizações pela porcaria que fizeram.

    Isso é que o Cameirinha devia dizer lá nas reuniões dessa cambada das jotas.

    Agora dar uma no cravo e outra na ferradura não vale.

    Se ele milita naquela mixórdia, então pactua com isso. Porque é a JS quem tem essa porcaria na agenda.

    E depois, escusa de rezar pelo reverendo do outro lada do oceano, quando tem a porcaria dentro de casa.
    E ainda milita por eles.

     
  • At 2 de maio de 2007 às 15:23, Blogger Hadassah said…

    Sobre este tema da homossexualidade (desculpem a minha intromissão), gostava de deixar uma excelente reflexão do Samuel Nunes nos Animais Evangélicos (o último post da página). Diz exactamente o que penso sobre a questão:

    http://www.osanimaisevangelicos.blogspot.com/2004_01_04_archive.html

     
  • At 2 de maio de 2007 às 15:24, Blogger Hadassah said…

    O endereço ficou cortado (?):

    http://www.osanimaisevangelicos.blogspot.com/2004_01_04_archive.html

     
  • At 2 de maio de 2007 às 15:25, Blogger Hadassah said…

    Ok ... continua...

    o resto que falta:

    1_04_archive.html

     
  • At 2 de maio de 2007 às 16:53, Anonymous Gazua said…

    Eu gosto de Cristo.
    É pena que os cristãos deste blog sejam tão diferentes dele.

     
  • At 2 de maio de 2007 às 23:58, Blogger zazie said…

    Óh... aquele texto é um disparate pegado. Se não fosse a blogosfera nem sabia que havia evangélicos a pensarem estas coisas .È estranho, vou passar a olhar melhor à minha volta quando ando por essas terras não católicas.

    Nunca imaginei que isto ainda fosse assim... e custa-me a crer que. Hão-de ser alguns. Mas é impossível que o Norte da Europa a rebentar de paneleirice ainda não tenha descoberto a cura, já que é protestante e evangélico.

    Enquanto dizem estas coisas deixam passar os casamentos gay e a educação sexual nas escolas, com treino para isso. Como em Inglaterra, onde até já se ensinam fábulas com casal de oinguins homo às criancinhas.

    Parece que isto virou final do Império Romano: tudo cheio de extremos, Os puristas mais empedernidos ao lado dos tábua rasa mais activos

    É claro que também penso que os vários tipos de homossexualidade (é bom entender que existem vários. Não há apenas uma homossexualidade) não são apenas heterossexualidade às avessas. Mas daí a seguir-se a Bíblia à letra com a fezada que a coisa volta à regra é perfeita loucura.

    Até o Santo Agostinho sabia explicar melhor a questão e mesmo em relação aos monstros e a tudo o que exorbitava da ordem da natureza, incluiu como queda, mas nunca de forma maniqueísta, como obra do Diabo.

    A questão é meramente pragmática e científica. A única coisa que pode ser do âmbito social diz respeito às alterações da família que a militância gay quer fazer aprovar (e já a aprovou em vários países e até aqui ao lado.

    Ora se v.s não têm resposta para isto. Não têm resposta para mais nada .Trata-se de mera estratégia.
    Quem não tem estratégia tem a guerra perdida. E até pode contribuir para apressar a derrota. Por cegueira. Por viverem de palavras e de olhos fechados para o mundo.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 00:01, Blogger zazie said…

    o casal de casal de "oinguins" é que ficou bacana

    ahahahah

    como diria o Dragão, pinguim com dois país há-de ser um filho de pinguim puta

    ":O))))))

     
  • At 3 de maio de 2007 às 00:03, Blogger zazie said…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 00:05, Blogger zazie said…

    neste caso, se fosse de casal de pastores gay, dava um filho de puta de ovelha

    looooooooooolll

    ":O)))))

     
  • At 3 de maio de 2007 às 01:44, Blogger Nuno Fonseca said…

    Zazie, amiga, não nos quedemos em preconceitos. A América não é paradigma da cristandade evangélica, apesar da demografia e da influência política. Os evangélicos portugueses, ao olhar para o ecrã enquanto observarem Bush a discursar à nação citando a Escritura, não sussuram suspiradamente 'Quem nos dera'.

    Quando falei do Rev. Coiso, mencionava um mau exemplo.
    A questão é que a pecaminosidade do homossexualismo é incontornável. Se lhes dissermos que serão salvos na mesma, estamos a ser desonestos para com eles, para connosco e para com o Senhor. Mas o meu ponto de vista, e, sobretudo, pelo que leio da Bíblia, é que a Lei vem só apenas depois do Amor e só pelo Amor se cumpre a Lei. Por isso, confio no Espírito Santo para que quem entre os eleitos seja salvo, que vencerá o seu vício, pois vicissitude não há que um Deus amoroso não ajude a vencer.

    Quanto a grupos de pressão, lobbyistas, e legisladores born-again republicans... Zazie, amiga, os fundamentalistas são apenas uma parcela dos cristãos evangélicos. E isto se aceitarmos que estes o são de todo.

    Lavagens ao cérebro? Não, obrigado. Os protestantes fundamentam-se na tradição do pensamento-livre, o mesmo que impulsionou um alemão a somar 95 razões pelas quais se deve basear uma relação com Deus, in sola fide, in sola scriptura.

    E se a Zazie me chamou inteligente, acha que eu era parvo ao ponto de ser estúpido?

    Ósculo santo na sua face bem-referenciada e culta.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 02:23, Blogger zazie said…

    já temos um consenso: o reverendo coiso não é exemplo de nada. Eu estava a brincar

    E é claro que se disse que devia ser inteligente, também não há-de supor que eu fosse burra para pensar o contrário

    ":O))))

    Quanto aos homo, passo. Não me aquecem nem me arrefecem.

    De resto, se tivesse tempo, bombardeava-os com tantas citações de poetas e letrados e até políticos de outras melhores épocas da América, que haviam de tirar o Bush da língua

    ":OP

    beijoquita telletubie

     
  • At 3 de maio de 2007 às 02:37, Blogger zazie said…

    Agora a sério, acho que é uma enorme falta de educação alguém meter o nariz na privacidade de outrem. Respeito em absoluto um homossexual que não ostenta o que é.

    Mas sabes o que eu gramava? Era ver-te a dizer isso aos militantes gay. Palavra. Por menos quase que apedrejam uma pessoa. Ora vai lá aqueles anormaizinhos dos Renas e Veados ou à Gengibre e experimenta.

    http://renaseveados.weblog.com.pt/

    A ver se eras Rambo para isso

    “:O)))))

     
  • At 3 de maio de 2007 às 02:46, Blogger zazie said…

    De resto, os tipos avançam desde que tiveram maioria, que faz favor...

    olha aqui a maçonaria:

    http://dn.sapo.pt/2007/05/02/nacional/maconaria_apoia_casamento_entre_homo.html

    O que eu gramava era ver as religiões a travarem estes movimentos políticos, isso sim.

    Agora chagar a cabeça a quem é e nem quer mudar os hábitos de uma socieade, só por maldade ou ignorância acerca das consequências perversas que isso provoca.

    A quantidade de taras de bdsm e derivados com crianças que existem à custa disso. Grande parte dos tarados são homo reprimidos e doentios.

    È claro que o contrário também acontece. Nisso podem ter razão. Se batemos palmas por isto, ainda fazem luxo na cena e até nas grandes taras. Com roteiros turísticos e saunas citadinos.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 03:07, Blogger zazie said…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 03:19, Blogger zazie said…

    bem, só para tua informação: eu, que sou assim tão liberal e que tenho um único lema: vive e deixa viver, sou chamada de homofóbica aqui na blogosfera.
    Homofóbica e beata. O cbs sabe bem que assim é.

    Agora imagina o que diriam de v.s. Palavra que gostava de assistir a uma tentativa de conversa. Com gente moderada e que nem é homo. Apenas tem a causa do politicamente correcto.

    O que é chamariam a v.s? Se a mim chamam tudo do piorio? e até sou banida de blogues à custa disso.

    Já viste como os pólos se tocam?

     
  • At 3 de maio de 2007 às 11:57, Blogger Hadassah said…

    Zazzie gostava de te fazer estas perguntas: Se acreditas em Deus e que somos criação d' Ele? E o que é para ti a Bíblia?

    Bjs

     
  • At 3 de maio de 2007 às 12:12, Anonymous Anónimo said…

    Zazie

    Em termos morais (não encontro termo melhor) os evangélicos estão muito mais perto dos católicos do que dos protestantes históricos, estes minados pela teologia liberal. Vê-se nas questões do aborto, eutanásia e homossexualidade, por exemplo. E nesses pontos não tenho dúvidas que a aliança ocorrerá (naturalmente, como se viu no recente referendo do aborto).
    Mas referes um ponto importante. A necessidade de esclarecimento político (e isto tanto vale para católicos como para evangélicos). Perceber o que está por trás de projectos “canto de sereia” (como os do BE, e parte importante do PS, e até algumas franjas do PSD) que podem conduzir à ditadura do “politicamente correcto”. Só que contra isto não proponho a tradição, proponho a liberdade, que implica o fim dos privilégios cooporativos.

    Pedro Leal

     
  • At 3 de maio de 2007 às 15:20, Blogger Patrícia said…

    Tudo o que é dito pelo Nuno é alvo de quarentas e tais comentários, mas meus caros eu, como espectadora assídua deste blog, penso que mais útil seria postar em vez de se perderem em comentários que já nada têm a ver com o tema do post.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 19:15, Blogger zazie said…

    Patrícia,

    Ainda coubeste cá. Não sejas tão apertadinha porque o blogger é à borla. Só vem à cave quem quer. Não gostas da cave, não venhas cá. Fica-te pela leituras dos postes.

    Aqui não há senhas de racionamento.

    ...................

    Hadassah:

    Há coisas que não são comunicáveis. A fé é uma delas. O que a Bíblia é para mim, nem sei bem explicar porque até a conheço mal.

    É o maior livro sobre o mundo e a humanidade, creio eu.

    Naquilo que me importa por estudo- as representações do mundo na vivência medieval, seria a noção de que, para esta, nada do que era humano lhe era estranho.

    A Igreja que me diz alguma coisa também é esta: aquela onde o sagrado e o profano se misturam com o popular e o erudito; a sabedoria com o anedótico, a ética com imoralidade, o sério com o riso; a ordem com a desordem. Mas nunca em nome do mal. Antes para melhor compreender como o Bem só é absoluto enquanto meta desejada.
    ...........

    Noutro sentido, no que toca ao sagrado, não encontro a menor barreira entre religiões. Excepto nas bruxarias, magias e outras coisas menores.
    Mas, a noção de sagrado, para mim é universal. E quase que era capaz de dizer que foi esta que me levou à Igreja e à Igreja Católica e não o inverso.

    Não tenho qualquer formação religiosa. Nem sequer catequese.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 19:18, Blogger zazie said…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 19:19, Blogger zazie said…

    Pedro,

    Já nos comçamos a entender em parte.Pelo menos, na leitura política. Falta perceberes como esse teu fincapé na retirada de privilégios à Igreja Católica- que nem é possível porque a Concordata é uma acordo entre dois estados- só seria nefasta para v.s.

    Precisavas de dar o salto da visão fechada dos interessezinhos de clã para a estratégia mais vasta.

    E perceberes que esse é o primeiro passo que a "laicidade" (leia-se: ateísmo militante) deseja. Para dar a grande machadada nas religiões e ter terreno vago para a sua doutrinação ideológico-jacobina

    7:18 PM

     
  • At 3 de maio de 2007 às 19:41, Blogger Patrícia said…

    Zazie, apenas dei a minha opinião e nem se quer fui mal educada. E se o blog o permite, faço-o.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 19:44, Blogger zazie said…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 19:46, Blogger Patrícia said…

    Não sei porque apontas o dedo a todos com quem falas, incluindo eu que apenas dei uma sugestão. E sou apertadinha ou larguinha nas minha opiniões (ou onde quiser) quando bem me apetece. Um comentário não significa paragráfos afim, se a minha opinião cabe numas linhas, foi isso que fiz. Mas não vou gastar o estudo que tive em latim contigo. Não vale a pena e continuando apenas te vou dar razão em criticar todos os que opinam.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 19:46, Blogger zazie said…

    Patrícia:

    Quem disse que foste mal educada?

    Eu disse que a tua opinião ainda coube aqui. Se coube não sei qual é o teu problema com a dos outros.

    Se és apertadinha na arrumação da casa é questão que diz respeito à tua lida da casa. Aqui não há faxineiras. Cada um escreve o que lhe apetece e conversa ao lado sobre o que lhe apetece.

    Só os donos do blogue é que poderiam ter legimtimidade para se pronunciarem sobre isso.

    Se achas que está fora do assunto e nem disseste nada relacionado com o dito assunto, então vieste aqui fazer o quê?
    ........

    vieste apenas dizer que os outros é que não estão a falar do tema do post?

    E tu? estás a falar de quê? do tema do post?

    Não te desviaste? introduziste algum tema pertinente para a conversa?

    Ou vieste apenas para mandar calar algumas pessoas sem dizeres mais nada?

     
  • At 3 de maio de 2007 às 19:48, Blogger Patrícia said…

    Eu vim apenas para dar uma opinião, não a ti, mas aos autores do blog que são pessoas inteligentes e apenas espero mais e mais posts para que eu como ateia me informe deste mundo.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 19:49, Blogger Patrícia said…

    Zazie,


    Como isto não tem comentários num "perfil", tive que o pôr num dos posts.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 19:50, Blogger zazie said…

    Mas tu apenas comentaste os comentários dos outros dizendo que estavam fora do assunto.

    E eu pergunto: e tu? deixaste algum comentário dentro do tema e assunto do post?

    É que, aquilo que disseste para os outros ainda é mais válido para ti

    Não comentaste nada; não debateste nenhuma ideia que aqui foi lançada, nem dialogaste com ninguém.

    Apenas te limitaste a dizer que os outros é que estavam a falar de mais e a não dizerem nada que interessasse à questão.

    Mas coubeste bem. Não ficaste de fora. Não precisaste de pagar nada, nem ninguém te impediu de não dizeres nada.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 19:53, Blogger zazie said…

    então ainda bem que como ateia também possas tirar proveito de um bloque não-ateu.

    Não há perfil. Isto aqui é livre e às vezes é mais parecido com um manicómio.

    Os crentes são assim: pessoas muito livres, muito mais anarcas e nada apertadinhos. Não têm tantas cartilhas como se costuma pintar.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 19:54, Blogger Patrícia said…

    Zazie,

    Não comentei sobre assunto nenhum, uma vez que só falo quando estou devidamente informada. Como te disse, fiz o que os outros fazem, mas apenas deixando uma sugestão... Bom, não vou continuar a debater o "nada".


    Bem hajas.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 19:58, Blogger zazie said…

    Mas o tema do post até é bem pertinente.

    O apuramento espiritual é uma cruzada de pureza da crença original ou prescinde desse purismo?

    Eu estou de acordo com o Nuno: o apuramento espiritual não precisa de sprocurar caminhos em peregrinações às arrecuas.

    Não faço ideia o que um ateu possa pensar disto Uma vez que, para um ateu, o aperfeiçoamento espiritual é feito contra a crença e contra todas as religiões.

    Nos casos mais pacíficos é feito por vias diferentes, autónomas. Nos mais ideológicos é feito mesmo à custa de se considerar necessário o "abate" das religiões e das crenças.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 20:01, Blogger zazie said…

    Mas agora já te deixei questões que avançam o tema do post.

    Já tens aí mais pistas para poderes dialogar.

    Se dizes que és ateia, pelo menos o ateísmo e a ética ou aperfeiçoamento espiritual já há-de ter sido assunto que pensaste.

    Caso contrário nem te dizias ateia. Dizias que não sabias. Que ainda não tinhas matéria para te pronunciar.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 20:03, Blogger zazie said…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 20:04, Blogger zazie said…

    Um bem haja para ti e volta sempre.

    Tens aí até um bom tema para pensar o teu ateísmo.

    Ser ateu há-de significar isso: alguém que já pensou muito sobre a religião e a existência de Deus e foi capaz de chegar à certeza de que Ele não existe.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 20:11, Blogger zazie said…

    Há muitos modos de se ser crente e muitos cambiantes nessa crença. Mas há um único modo de se ser ateu.

    O que pensas disto?

     
  • At 3 de maio de 2007 às 20:23, Blogger Hadassah said…

    Zazie,

    As minhas perguntas eram oportunas no momento em que se discutia o tema "homosexualidade".
    Valeria a pena a discussão se acreditasses que somos criação de Deus. Mas como fico com a ideia de que não acreditas, não vamos perder tempo as duas com isso.

    É muito interessante a tua concepção de igreja. Concordo com parte dela, no que toca a que no fundo a igreja é o homem, com todos os seus defeitos. No entanto, a tua concepção tem pouco de Deus.

    Também concordo que a ideia do Sagrado é Universal. Isto porque Deus, é um conceito Universal.

    É verdade que Deus não é nem protestante, nem católico, nem muçulmano. Mas também é verdade que Deus só é daqueles que O buscam de verdade. Muitos falam D'Ele mas nunca O conheceram.

    Deus é do homem individual. Não é das organizações do Homem. Lá nisso tens razão.

    Deixo-te estes versículos da Bíblia, que me disseram muito antes de O encontrar:

    "Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede, recebe; e quem busca, acha; e ao que bate, abrir-se-lhe-á." Mat 7:7-8

    "Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama;
    E aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele." João 14

    A minha concepção de Deus não tem nada de cultural, é fruto de uma experiência real. Amei Deus e descobri, que afinal Ele amou-me primeiro e que é bem real.

    Mas isto passa pelo processo da Salvação, pela intervenção de Jesus na nossa vida: o processo regenerador e transformador do carácter, a que se chama "Nascer de Novo":

    "Se alguém está em Cristo, é nova criatura. As coisas antigas passaram; eis que uma realidade nova apareceu. Tudo isto vem de Deus, que nos reconciliou consigo por meio de Cristo ..." II Coríntios 5:17-18


    É esta experiência que falta a muitos homens religiosos.

    É esta experiência que liberta também da homossexualidade.

    Se fosse a ti dava uma "espreita" à Bíblia. Começa pelo Evangelho de João, do Novo Testamento.

    Bjs e desculpa a seca
    Hadassah

     
  • At 3 de maio de 2007 às 20:27, Blogger Hadassah said…

    zazie

    o meu anterior comentário, vem no seguimento do teu. Ainda não tinha dado conta do teu diálogo com a Patrícia.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 20:40, Blogger zazie said…

    1- "Valeria a pena a discussão se acreditasses que somos criação de Deus. Mas como fico com a ideia de que não acreditas, não vamos perder tempo as duas com isso.

    Não sei de onde tiras esta ideia. Se eu disse que acreditava em Deus, não podia depois dizer que não acreditava.

    Não percebi

    2- (conceçpão de Deus)
    Idem, não percebi o que é a minha concepção que é só minha, profundamente íntima e privada, pode ser aferida e analizada por outrem.

    3- A noção de sagrado está para além de Deus. A noção de sagrado até pode ser o espaço, o tempo, o local, o mundo, o espórito, a pequena sensação; a quietude, a solidão, a harmonia e paz em tudo isso. E ainda mais do que isso.

    Sagrado é algo que se respeita absolutamente. E que pode ser imanente ao próprio mundo, à própria natureza, ao espírito que paira no ar e que nos mostra que somos mínimos face a tudo o que nos rodeia. Que não temos a chave. Mas que algo de tudo isso que nos rodeia nos pode tocar de forma absolutamente diferente.

    O sagrado é silêncioso e não se assemelha com mais nada.

    Também não creio que seja algo que esteja sempre presente. Sente-se em raros momentos.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 20:41, Blogger zazie said…

    errata :espírito

     
  • At 3 de maio de 2007 às 20:46, Blogger zazie said…

    Só uma questão:

    A minha Igreja é mais do que o homem. È o mundo e as criaturas. É tudo o que nos rodeia e toda a maravilha que espelha as maravilhas do mundo.

    A minha Igreja, como já expliquei, é a Igreja Católica dos primeiros tempos da Idade Média.

    Podes dizer que, nesse aspecto, tenho uma visão culturalista.

    Mas, por acaso até se passou o contrário. Já a tinha antes de descobrir a Idade Média. E antes de descobrir a própria religião. Tinha-a sem saber.

    Mas tudo isto é coisa muito mansa. Muito leve,muito , muito soft. Sem problemas de fé ou de falta dela e muito menos sem ter existido problema religioso.

    Naturalmente, biologicamente, até deveria ter sido feita para não ser crente, ou para ser panteísta materialista.
    eheheh

     
  • At 3 de maio de 2007 às 20:50, Blogger zazie said…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 20:52, Blogger zazie said…

    Sempre achei que nunca seria por negociar medos ou desejar sortes que faria câmbio com o sagrado.

    Nesse aspecto prefiro a coragem de um ateu que arrisca tudo sem remissão.

    Sou o mais oposto possível a um Kierkegaard. Que, aliás, cada vez acho menos interessante.

    O pessimismo que me agrada não compra lugares no céu nem chega lá por parcimónia de afastamento de tudo o que há de bom no mundo. Nem sequer é misantropo.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 20:59, Blogger zazie said…

    Quanto à homosssexualidade, a ver se não há confusões, ó Hadasah!

    Que diabo, eu não preciso de ler a Bíblia para saber que sou muito hetero (para o que é que isso agora importe, nesta altura do campeonato)

    Não tenho a menor dúvida e nunca tive o menor dos menores problemas nesse campo.

    Por aí, era capaz de dizer como o Woody Allen: se fosse possível, por efeito mágico, bastava colocar a mãozinha por cima da cabecinha de alguém de sexualidade duvidosa, que havia de transmitir boa energia para regenerar genes

    ":O)))

    Nada de confusões quanto ao local da dita mona, hããã...

    ehehehehe

     
  • At 3 de maio de 2007 às 21:10, Blogger zazie said…

    Para falar claro.

    Não há libertação de algumas variantes de homossexualidade. Pode haver se for daquela que sucede por falta de sexo oposto (caso de prisioneiros) ou por qualquer experiência de prazer excessivo e gosto de experimentar tudo.

    Ambas podem existir mas não são estruturais.

    Quando são estruturais não há nada a fazer e nada disso nos deve dizer respeito, a menos que queiram, à custa disso, abastardar os costumes de uma sociedade e impô-la como regra. Impô-la como doutrina a fazer na escola às criancinhas, como doutrina a vender como "opção", como doutrina a vender como norma, em tudo igual àquilo para que fomos feitos e enquanto base da família: o par que se reproduz.

    De resto, até penso que a homossexualidade tem manifestações mentais.

    E tenho tirado a prova disso no mundo virtual.

    Acho que tenho faro de perdigueira nesse campo. E é raro um homo passar-me despecebido em debate de ideias. Mesmo sem nunca dizer que o é.

     
  • At 3 de maio de 2007 às 23:26, Blogger Hadassah said…

    Zazie

    Fica descansada que em momento algum me ocorreu que pudesses ter algum "desarranjo" sexual .. :) A sério! Mas ainda que tivesses, podes ter a certeza que o tratamento seria exactamente =.


    De uma coisa não tenho dúvidas, tu és uma pessoa muito inteligente e especial e com muito arcabouço intelectual. Se um dia encontrares Deus, irás ser a mais ferverosa de todos os crentes ! :)


    Não posso concordar mais contigo nisto:
    "O pessimismo que me agrada não compra lugares no céu nem chega lá por parcimónia de afastamento de tudo o que há de bom no mundo. Nem sequer é misantropo."

    A minha fé nunca me retirou o gosto pela vida terrena, pelo contrário. Nem me afastou da convivência social. Nem me afastou, nem me aproximou. Se queres que te diga apenas falo dela, quando é oportuno ou a pedido.

    Não se dá "pérolas a porcos"... :) isto já é a brincar.

    bjs
    Hadassah

     
  • At 4 de maio de 2007 às 11:08, Blogger David Cameira said…

    Deixo-vos apenas com o melhor comentário ás " perolas " que a Zzie aqui tem vindo postar :
    " não vou gastar o estudo que tive em latim contigo. "

    ORA LÁ ESTÁ.

    Para mim, aliás, a " coisa " é bastante simples...
    JESUS CRISTO era contra o pecado de homosexualidade e os crsitãos verdadeiros ( catolicos, protestante, evangelicos, fundamentalistas, ortodoxos e até da IURD e do Maná ) tb devem ser

    Só um seitoso como o p Mario da lixa é q é favoravel ao pecado de homosexualismo

    eu prefiro o Cardial Ratzinger ao Padre Mario da lixa, ele foi 2 do best " qd escreveu auele livro sobre Fátima ...mas revelou-se um flop depois disso

    Deixou de me enganar depois de ter escrito o livro " Nem adão e Eva nem pecado original "

    No entanto diz coisas interessantes, de facto, mas tb o Dailai lama o diz e eu nao sou budista tibetano porcausa disso

    Precisamos de Adominar e ter asco pelo/pelos pecados E ESSE É UM DELES mas ter amor e compaixão pelos pecadores ( dos quais eu sou o principal - dizia Paulo, APOSTOLO DE JESUS CRISTO )

    DEUS a abençoe

    PS. - eu continuarei a persignar-me, lolll

     
  • At 4 de maio de 2007 às 13:05, Blogger cbs said…

    este post já tem comentários que chegam para um livrinho de catequese trentina, lol

    deviamos editar em folhetos semanais, sob o título "O Manicómio" ehehe

     
  • At 4 de maio de 2007 às 13:12, Blogger Hadassah said…

    CBS,
    Aqui o que não há mesmo é "trento na língua"! eheheh

     
  • At 4 de maio de 2007 às 14:45, Blogger zazie said…

    Ó Cameirita:

    Tu não topas a diferença? O que o Raztzinger diz aplica-se aos padres, não e aplica à vida dos laicos. O que ele não quer é mariconços lá dentro, a perverter a Igreja, mas nunca recomendou brigadas de ex-gays para fazerem tratamento caseiro de porta em porta.
    Oalh-me este tolinho! E então porque é que aceitas que a tua Juventude Socialista avance com a mudança de lei e instaure os casamentos homossexuais cá na nossa terra?

    Isso já não te preocupa. Achas que depois de a lei legalizar essa palhaçada e ainda vir a introduzir nos programas escolares a doutrinação às criancinhas, vai servir de alguma coisa essa v. fezada que lendo a Bíblia passa?

    Toma lá mas é umas margaritas ante porcos

     
  • At 4 de maio de 2007 às 14:48, Blogger zazie said…

    isso com a presignação também há-de ir longe.

    Presigna-te primeiro de pecar e confessa-te depois, que ainda é o melhor conselho que te posso dar.

    ":O))))

    Nunca viste o que acontece quando os canos das sanitas ficam entupidos?

    Pois, com estas coisas das pulsões é igual...

     
  • At 4 de maio de 2007 às 15:37, Blogger David Cameira said…

    enfim,...a chavazazieita deve ter ficado stressada com alguma coisa q eunão sei o q é e vai dai....

    E depois não sei quem é q lhe disse q eu , lá por ser da JS ( com muita honra, já agora ! ) pensava pela cabeça da J, mas enfim...olhe se for aos posts antigos vai ver qual foi a minha posição sobre o aborto e qual foi a da JS sobre o mm tema

    Mas enfim, isto da intercessão mariana é tão dificil de entender para um protestante/ evangélico como o facto de haver evangelicos na JS e a pensar pela sua cabeça para a zazie.

    E depois aquilo dos gays olhe se lesse a apastoral do homoxesualismo talvez fosse melhor para si, mas adiante
    E , já agora, qt aos tais manuais de que fala eu nao sei se isso nao será inconstitucional, entao agora ensinar a teoria cientifica do CRIACIONISMO BIBLICO NAOSE PODE MASENSINAR A 234567890'« DA GAYZICE JÁ SE PODE ????

    Por isso é q a PATRIA está doente e fenece

    " MINHA PATRIA PARA CRISTO ", Assim começa um hino evangélico antigo

     
  • At 4 de maio de 2007 às 16:12, Blogger zazie said…

    ahahahahaha

    a "chavazazieita"

    ":O))))))

    estes evangélicos são assim. Até nestes detalhes têm de discordar. O psico-pastor chama-me presunçosa de 3º idade; o proto-larilo-pastor chama-me chavaleca

    ahahahahahaha

    Ò camarada, que penses pela tua cabeça só te fará bem a ti e daí não virá mal ao partido.

    Mas era bom que viesse mal a esses anormais das jotas e do teu partido. Porque lá é que devias botar faladura e dar-lhes na mona, em vez de te reprimires com cenas que, se não matam, engordam

    ":OP

     
  • At 4 de maio de 2007 às 16:16, Blogger zazie said…

    Além do mais, não tem grande avaria reprimires-te contra o aborto. Porque não tens trompas.

    O que eu gramava era transformares esses problemas da causa rabichal em questões políticas e conseguires formular um discurso político à custa deles.

    Sem precisares de fugir para dentro da Bíblia.

    Porque, se a malta vier a apanhar com mais uma destas trampas zapateras da trampa esquerdalha, não há Bíblia que nos salve.

    E toca a todos. A todos os tugas, só porque entre eles, uns c*****s jacobinos chegaram ao poder.

    E acham que podem mudar séculos de tradição apenas pelo facto das pessoas terem mandado embora um tosco de brilhantina e terem deixado entrar tosco e meio de "inginheiro-panasca"

     
  • At 4 de maio de 2007 às 16:23, Blogger David Cameira said…

    ai esta eu tenho q comentar

    MAS PEÇO, desde já, DESCULPA SE ALGUEM ACHAR Q É A ARROGANCIA EVANGÉLICA EM ACÇÃO:

    " Sem precisares de fugir para dentro da Bíblia. "

    Pois mas o evangélicos só vivem so se expressam " fugindo para dentro da BIBLIA " pque esta e a " nossa única e toda suficiente regra de fé e prática "

     
  • At 4 de maio de 2007 às 17:03, Blogger zazie said…

    Então foge para dentro da Bíblia e dá-lhes com a Bíblia na tola, aos teus camaradas.

    E escusas de disfarçar. Porque já vi que foges porque tens medo de lhes fazer frente

    Os teus jotinhas são tão sagrados quanto a cagufa rabichal
    ":OP

     
  • At 4 de maio de 2007 às 18:46, Blogger David Cameira said…

    Mas quem fio q lhe dsse q eu sou gay...

    La q nao saiba entender as cisas ... agora or-se para ai a dizer q eu sou desses...

    Depois eu gostava de saber quem lhe esta a dar corda a si??'

    Será os q estão a dreita ou ás esquerda do PS ???

    e q eu nao vi a JSD, por exemplo, a ser contra o aborto ?

     
  • At 4 de maio de 2007 às 19:41, Blogger zazie said…

    Então não foste tu que disseste aí em cima?

    c'um caraças!

    Até disseste que pedias ajuda para não te deixarem voltar a cometer esse pecado...

    ora! eu até te perguntei logo o que é a malta tinha a ver com isso.

    Também acho foleirice falar-se da vida privada. Mas foste tu quem falou. Não fui eu que meti o nariz onde não era chamada

     
  • At 4 de maio de 2007 às 19:47, Blogger zazie said…

    Eu prefiro q me ajudem a recuperar do meu vicio e a nao voltar a pecar com imoralidade sexual

    estamos tolinhos ou quê?

    ...............

    Quanto ao resto: olha lá, isso é assim dividido de risco ao meio: não ter tomates para criticar um partido onde se anda enfiado só se justifica com apontar o outro?

    Eu cá não tenho nem partido nem direito nem coisa nenhuma dessas. Mas, se andasse a apoiar gente do poder, que pode alterar os costumes de uma socieade, sentia-me tão responsável como eles por isso.

    Tu pactuas. Se pactuas e militas és co-responsável.

    Se, ainda por cima, tens posições perfeitamente opostas, o mínimo que se pode fazer é perguntar-te se as exprimes lá, ou se preferes desabafar aqui

     
  • At 4 de maio de 2007 às 19:54, Blogger zazie said…

    E olha, tótó: a mim ninguém me dá corda porque sou uma pessoa livre.

    Coisa que o Tim não percebe e até acha que é defeito ético não andar para aí a dar votos a ninguém à custa da desculpa que é para bem dos pobrezinhos.


    Eu até seria era capaz de votar com muito gosto

    Mas, para isso, tinham de mudar o sistema eleitoral:

    introduzam o voto contra e a ver se não sou capaz de votar em todos. E seriá-los

     
  • At 5 de maio de 2007 às 14:12, Blogger David Cameira said…

    Zazie,

    Pois é parece q sim q estamos ...

    Mas q culpa tenho eu q tu não discirnas q eu quero dizer com q digo?

    Qd eu disse " Eu prefiro q me ajudem a recuperar do meu vicio e a nao voltar a pecar com imoralidade sexual " referia-me a outra cosa q não há gayzice

    Mas foi dito isto como um motivo de oração que os meus irmãos podiam acrescentar aos seus qd orarem a DEUS - é uma proposta de interseção por mim -

     
  • At 5 de maio de 2007 às 14:27, Blogger zazie said…

    hummmm....

    então tá bem. Estava-se a falar da gayzice e tu vieste dizer que também precisavas de ajuda para não voltar a pecar mas era por outro motivo.

    Por teres roubado uma hóstia, né chapa?

    ":O?

     
  • At 5 de maio de 2007 às 16:16, Blogger David Cameira said…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • At 5 de maio de 2007 às 16:17, Blogger David Cameira said…

    NÁAAAAAAAAAAAAAAAAA,

    Isso das hóstias é mais para o seu lado pq eu só " papo hóstas " nos bolos

     
  • At 5 de maio de 2007 às 17:04, Blogger zazie said…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • At 5 de maio de 2007 às 17:08, Blogger zazie said…

    Já estou mais sossegada.
    Qualquer que seja esse estranho pecado que te atormenta e que aqui deixaste a confissão, não é andar às moedinhas nas igrejas nem roubar hóstias na sacristia.

    Sendo assim, podes papar o que bem te apetecer e chamar-lhe "o bolinho inglês" ou os "conguitos" que por mim não há crise. Vais ver que ninguém se queixa.
    Os bolinhos e os conguito foram feitos para serem papados

    ":O)))

     
  • At 5 de maio de 2007 às 17:11, Blogger zazie said…

    Mas, se preferires coisa mais evangélica, ainda tens o recurso de ir às american pies ou às abóboras.

    Faz um bocado de splassshhh, plasssh mas pronto; não há pecadilhos perfeitos

     
Enviar um comentário
<< Home
 
 
Um blogue de protestantes e católicos.
Já escrito
Arquivos
Links
© 2006 your copyright here