quarta-feira, fevereiro 07, 2007
Top
Uma das coisas saudáveis deste blogue é a interconfessionalidade (esqueçam o ecumenismo) que permite que um católico, na actualidade devidamente mais mundanizado, faça aquilo que um protestante, demasiado zeloso da sua ética puritana, não tem coragem: publicar imagens de mulheres em topless.

Tiago Cavaco
posted by @ 4:47 da tarde  
10 Comments:
  • At 7 de fevereiro de 2007 às 17:18, Blogger cbs said…

    :)
    bom exemplo de distinção entre ética e moral.
    éticamente não é das regras sociais andar nu pela rua.
    moralmente não é fazer o mal, não prejudica a ninguém.

    falta de ética mas não será imoral (em sentido absoluto, do mal, não me saltem já em cima, lol)

     
  • At 7 de fevereiro de 2007 às 18:32, Blogger David Cameira said…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • At 7 de fevereiro de 2007 às 18:34, Blogger David Cameira said…

    É isso irmão,
    Eu ia MM PWERGUNTAR PQ É QUE ESTE BLOG AGORA JA TEM TB PORNOGRAFIA ...ou será " body art " ?

     
  • At 7 de fevereiro de 2007 às 22:34, Blogger cbs said…

    Ó David!
    PORNOGRAFIA?! por favor...

    :)

     
  • At 7 de fevereiro de 2007 às 23:49, Anonymous Anónimo said…

    Tiago

    Pois... a herança puritana ainda é uma grande coisa.
    Mas repara que não são só os protestantes. O Gato Fedorento faz o mesmo, apesar da promessa feita no genérico...

    Pedro Leal

     
  • At 8 de fevereiro de 2007 às 09:33, Blogger David Cameira said…

    " cbs disse...
    Ó David!
    PORNOGRAFIA?! por favor... 2

    CBS,

    É ÉTICA E ESPIRITUALMENTE correcto um homem ver a nudez de uma mulher a não ser da sua própria e isto depois de se casarm ...

    Tens ai a resposta, então.

    P. S. - e isto vale tb para elas em relação a eles

     
  • At 8 de fevereiro de 2007 às 11:33, Blogger cbs said…

    caríssimo David

    temo que tenhamos uma visão radicalmente diferente daquilo que é ético e não é.

    É muito provável que me considere um devasso, pois eu estou-me nas tintas para ver ou que me vejam a nudez que o Pai me deu.
    Prefiro mesmo que me vejam nú.

    Lamento e não o quero ofender, mas não considero a imagem, que puz, senão bela.

     
  • At 8 de fevereiro de 2007 às 14:12, Blogger David Cameira said…

    É A SUA OPINIÃO,

    mAS O Q EU DISSE É APOIADO PELO CATECISMO CATÓLICO E PELA TEOLOGIA EVANGÉLICA

    ( lamento as maiusculas mas estou á pressa )

     
  • At 8 de fevereiro de 2007 às 15:21, Blogger cbs said…

    David
    é por coisas dessas que me vejo volta não volta com um pé fora da missa.
    até já perguntei ao padre se quer que eu saia :)

    mas apesar de duvidar que algum oficial da Igreja de Roma me condene por esta imagem (então o Leonardo tava lixado, lol) vou tentar ter mais cuidado de futuro, por aqui... mas só por aqui.

     
  • At 9 de fevereiro de 2007 às 16:18, Blogger knit_tgz said…

    Se bem me lembro, uma coisa é ver a nudez de uma pessoa com quem não somos casados (e mesmo assim depende do contexto: e se eu for médica? E se for uma situação de catástrofe ou emergência?), outra coisa é ver uma representação (pintura ou escultura) da nudez humana. Se bem me lembro, a nudez na arte é considerada aceitável ou não consoante o espírito da obra. Duvido que muitos teólogos considerem a Criação, da Capela Sistina, ou o David, de Miguel Ângelo, obscenos, ou a Vénus castíssima (era o nome dado às representações de Vénus quando ocultava as partes pudendas com a mão e adoptava uma postura não-sensual) de Boticelli como pornografia. Agora uma capa da Penthouse, ou, sem ir tão longe, muitos anúncios onde não há nudez, mas há um abuso da sensualidade exagerado...

    Além do mais, aquilo era apenas o tronco superior de uma mulher (não é o género de arte que eu aprecie, mas não estamos a discutir os meus gostos), não era todo o seu corpo (as chamadas "vergonhas", por exemplo). A mim choca-me muito mais (e causa-me muito mais ocasião de pecado) uma representação (teatral, dança, música) onde se represente, por sons ou gestos, actos sexuais ou preliminares desses actos (ainda que toda a gente esteja vestida) do que ver um torso humano nu num contexto não-sexual. Ou será que se eu um dia tiver um bebé e o amamentar em público (não sei se o farei ou não, mas suponhamos que o faço) estou a ser pornográfica? Ou será que uma foto de povos subtropicais que andam em tronco nu é pornográfica? Mas talvez eu pense assim por ser mulher...

    Vou dar uma vista de olhos ao Catecismo a ver o que encontro.

     
Enviar um comentário
<< Home
 
 
Um blogue de protestantes e católicos.
Já escrito
Arquivos
Links
© 2006 your copyright here