quinta-feira, julho 26, 2007
Imagine the Oikoumene
1. Do Ecumenismo.
O mundo habitado por Cristo é ecuménico quer nós queiramos quer não. Qual é a semelhança dos bible belts com um baptista de esquerda do Reino Unido? Será que um protestante latino é mais bartiano que um católico da finlândia? Não podemos delimitar o Reinado de Deus. Podemos estrebuchar e espernear, mas a Igreja de Cristo é um patchwork. Podemos achar que o nosso quintal evangélico é mais puro que as cotadas vizinhas, mas é uma questão de perspectiva.

2. Na Paz. No Antigo Testamento a promessa de Deus é Shalom! O anúncio do nascimento de Jesus é pejado do Grito de "Paz aos homens". Antes de ascender aos céus, Jesus deixa como herança aos discípulos a sua Paz. A Paz é o grande anúncio evangelistico: Harmonia, Nova Ordem, Reconciliação entre os céus e aterra, Justiça, Perdão, Liberdade, Dignidade. Podemos rebuscar argumentos falando de paz dos homens e paz de Deus, mas a Paz é um valor divino.

3. Com Perigo. Dizer que há valores mais altos do que paz é perverso. Todos os grandes e diabólicos líderes mundiais assim o pensavam.

4. Sem Deus. Imagine é um mundo sem Deus. Tem pouco a ver com Ecumenismo. Mas é o resultado de uma cristandade prepotente que apoiava guerras baseada em valores e verdades. Imagine é a resposta dos que se indignam contra os cristãos que não dignos desse nome.

Adenda:

5. Salvação para: Fruto de uma herança mecanicista do século das luzes, perdemo-nos em engenharias da salvação e esquecemos a razão para a qual fomos salvos: Para que o mundo conheça o amor, o interesse, a justiça e a paz de Deus. A salvação não é algo egoísta: precaver a minha vida no além. A salvação é sinal do Reinado de Deus que deve ser visível pelos homens através de nós.

E não estou a falar de igrejas cheias, ou de bunkers de religiosidade exemplar que olham de lado o mundo perdido e não se misturam com os homens. O nosso cristianismo é farisaico e saduceu, Jesus alvoraçou o mundo de então. O nosso cristianismo é de pesca ad intra, o cristianismo primitivo foi uma explosão ad extra
. (ver comentários)
A Beguina
posted by @ 11:31 da manhã  
22 Comments:
  • At 26 de julho de 2007 às 12:25, Blogger Antonius Block said…

    "Mas é o resultado de uma cristandade prepotente que apoiava guerras baseada em valores e verdades. Imagine é a resposta dos que se indignam contra os cristãos que não dignos desse nome."

    Nenhum cristão é digno desse nome. Ou melhor, foi Cristo que nos fez dignos. Os "cristãos maus" e os "cristãos bons" é precisamente o tipo de primarismo espiritual dos cristãos liberais que demonstra bem a sua prepotência e arrogância, mesmo quando a tentam disfarçar apelando ao relativismo de valores e verdade.

    Em Cristo,

    P.S.: Tenho andado afastado por razões de vária ordem. A ver se retomo onde deixei as coisas!

     
  • At 26 de julho de 2007 às 12:54, Anonymous Anónimo said…

    "Paz é o grande anúncio evangelistico."
    Julgo que é aqui o ponto. Na verdade, a salvação é o grande anúncio evangelístico. Se julgamos que já está toda a gente salva, então aí podemos dar a primazia à paz. Mas se acreditamos que uns vão para o Paraíso e outro para o Inferno, então todo o nosso esforço tem que se concentrar em tornar o mais claro possível o caminho para a salvação - Cristo.

    Pedro Leal

     
  • At 26 de julho de 2007 às 12:54, Anonymous Anónimo said…

    Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

     
  • At 26 de julho de 2007 às 13:16, Blogger Antonius Block said…

    Mas o Imagine e o "cristianismo" liberal têm de facto grandes parecenças. Isto está mal sempre por culpa "dos outros". "Dos comunistas", "da religião", dos que "impõem as suas ideias".

    O cristianismo a sério (e desculpem se marco bem a diferença) diz-nos que o problema está em nós, que nós somos exactamente da mesma natureza que os cristãos das cruzadas e da Inquisição, que nós somos os prepotentes e os arrogantes. E é por isso que precisamos de Deus e de Cristo, porque só assim somos resgatados da nossa condição.

    O cristianismo liberal não é cristianismo. É uma utopia, uma infantilidade parecida com tantas correntes new age que abundam por aí.

     
  • At 26 de julho de 2007 às 14:26, Blogger cbs said…

    meu caro Antonius
    poderás explicar tu o que é o "cristianismo liberal"
    pra ver se eu posso enfiar a carapuça...

     
  • At 26 de julho de 2007 às 14:40, Blogger mulheres_estejam_caladas said…

    1. Pedro, o que é a salvação? Qual a sua finalidade?

    2. António. Claro que podemos defender que em abstrato que digno só há um, que é Cristo. E não há um justo nem um sequer. OK. Deixemos então os parâmetros absolutos de bom e mau. Posso classificar "cristão digno" como um cristão construtivo, aquela pessoa que cresce à imagem de Cristo e espalha o anúncio do reino de Deus, sendo um fiel servo do Senhor. Contraponho-lhe os cristãos destrutivos, que sob a capa de uma certa fé, mancumunam para a destruição da criação de Deus.

    3. António. E já agora o que define cristianismo a sério e cristianismo liberal?
    Partindo do seu comentário que ninguém é digno, como é que ninguém digno vive um cristianismo a sério? enlight me...

     
  • At 26 de julho de 2007 às 18:04, Blogger David Cameira said…

    Cbs,

    E,bora n dirigido a mim não pude deixar de me sentir interpelado pala tua pergunta " meu caro Antonius
    poderás explicar tu o que é o "cristianismo liberal" "

    Tal coisa é de um especime tao abjecto de nao tem grande explicação

    Mas tentemos ensaia-la

    O cristianismo liberal é o q diz q os bushistas é q sao culpados do ateismo, agnosticismo e paganismo reinante

    O cristianismo liberal é o q se opoe ao cristianimo conservador, histórico que se regista no credo niceno

    os evangélicos fundamentalistas saoproponentes do cristianismo conservador

     
  • At 26 de julho de 2007 às 18:06, Blogger David Cameira said…

    " os "cristãos bons" é precisamente o tipo de primarismo espiritual dos cristãos liberais que demonstra bem a sua prepotência e arrogância, mesmo quando a tentam disfarçar apelando ao relativismo de valores e verdade."

    É por estas e outras q eu me sinto mais perto de certos católicos do que dos "cristãos" liberais

    DEUS te abençoe Antonius

     
  • At 26 de julho de 2007 às 19:57, Blogger Hadassah said…

    "Paz é o grande anúncio evangelistico."

    Concordo!

    É dizer o mesmo que: "A Salvação (Cristo) anuncia Paz".

     
  • At 26 de julho de 2007 às 19:58, Blogger Hadassah said…

    "O mundo habitado por Cristo é ecuménico"... não o nosso mundo, que não é habitado por Cristo.

     
  • At 26 de julho de 2007 às 22:04, Blogger samuel said…

    Que bela confusão!
    Ou então não...
    Estes comentários e o próprio post são perfeitamente claros e coerentes e eu é que sou um bocadinho tapado (obra do mafarrico, certamente).
    No "meu tempo" era-se cristão a sério (seja lá isso o que for) com muito menos garganta.
    É que estou mesmo a ver o meu pai a ir daqui com a jovem esposa, como (creio que primeiro) missionário da sua ainda mais jovem Igreja, "inventar" do nada uma Assembleia de Deus, nos Açores, ilha de S. Miguel, freguesia de pescadores dos Arrifes, pelos idos de 1945, mais coisa menos coisa, com esta conversa. Suspeito que não só não tinha fundado nada, como nem tinha feito o meu irmão mais velho, ou nem tinha tido tempo de esperar que ele nascesse...
    Novos tempos, outros cultos.
    Por coisas que vou ouvindo (de fora) aqui e ali, hoje pratica-se bastante o "culto" pela nossa própria cultura e sobretudo do "mavioso som" que ela tem.
    Outros tempos "hádem" vir, como diria a professora de português do meu mais novo.
    Paz!

     
  • At 26 de julho de 2007 às 23:06, Blogger Hadassah said…

    Samuel outro dia ...sem querer falou-se no teu pai...em Setúbal, no Pastor Durval ... fiquei logo de orelha à escuta e quis saber mais... e pelos vistos era um "doutorado" nas escrituras...Parabéns!

     
  • At 27 de julho de 2007 às 01:18, Anonymous Anónimo said…

    "O que é a salvação?" Ora aqui está uma pergunta inesperada, nesta altura do campeonato... Tenta os clássicos Romanos 3:23, 6:23, João 3:16 e João 14:6 - resumindo: o nosso fim era a perdição, a morte, mas através da aceitação de Jesus Cristo, e só de Jesus Cristo, temos a vida eterna (claro que sei que sabes isto desde os bancos da Escola Dominical).

    hadassah

    "É dizer o mesmo que: "A Salvação (Cristo) anuncia Paz".
    Permite-me que te diga que os tempos não estão para grandes contorcionismos verbais. Falar o mais claro possível é fundamental.

    Pedro Leal

     
  • At 27 de julho de 2007 às 02:53, Blogger zazie said…

    "O cristianismo liberal não é cristianismo. É uma utopia, uma infantilidade parecida com tantas correntes new age que abundam por aí."

    ehehe

    O mal está em nós. Essa é a grande verdade. Sempre que se procuram "culpas" nos contextos sociais ou nos outros inventam-se fugas.

    Ainda assim concordo com a Beguina no valor da Paz como valor supremo.

     
  • At 27 de julho de 2007 às 10:21, Blogger mulheres_estejam_caladas said…

    PEDRO.
    Parece uma regra de 3 simples:
    1. "o nosso fim era a perdição, a morte,
    2. mas através da aceitação de Jesus Cristo, e só de Jesus Cristo, temos a vida eterna."

    Ou seja Jesus veio ao mundo para que eu enquanto indivíduo perdido possa ter vida eterna.
    Põe-se então a pergunta:
    "O que é a vida eterna?" ?????
    Será viver com Jesus no céu e para o inferno com esta vida aqui?

    É que (voltando aos clássicos)
    - Romanos diz-me que o final da salvação é A MANIFESTAÇÃO DE DEUS NO TEMPO PRESENTE.

    - João 3:16, diz que Jesus veio NÃO PARA JULGAR O MUNDO, MAS PARA QUE O MUNDO FOSSE SALVO, para PRATICAR A JUSTIÇA e para que AS OBRAS FOSSEM MANIFESTAS...

    - João 14:3. Jesus diz que o crer dos discípulos deveria ao menos vir pelo testemunho das suas boas obras que ele tinha realizado a favor dos desgraçados. Depois Jesus pede o consolador para acompanhar os discípulos NESTE AQUI E AGORA. E no versiculo 27 (cá vem a PAZ). Jesus deixa a PAZ como ferramenta de consolo e força para enfrentar o futuro....

    Desculpa Pedro, mas há um PARA QUÊ na salvação e não é apenas para que eu me safe do inferno - Não consigo ver a salvação apenas como um bilhete premiado para a vida no devir celeste, somos chamados a ser sal e luz do mundo e não a viver em bunkers religiosos até que o Senhor venha....

     
  • At 27 de julho de 2007 às 11:21, Blogger cbs said…

    "o crer dos discípulos deveria ao menos vir pelo testemunho das suas boas obras"
    "Jesus pede o consolador para acompanhar os discípulos NESTE AQUI E AGORA"
    "Jesus deixa a PAZ como ferramenta de consolo e força"

    Vocês meus irmãos sabem muito, sabem, mas na minha tosca opinião Jesus veio mostrar-se para seduzir, dizer para ensinar, e no fim deixar-nos o Seu Amor (deixo-vos a minha Paz, creio que foi dito assim).
    Mas insisto, o valor supremo é o Seu Amor exemplar, que é a dádiva absoluta. Na minha modesta opinião tudo o resto, inclusivé a Paz, é consequencia e deriva daí. Paz sem amor não é Paz, é trégua.

    "Há um PARA QUÊ na salvação e não é apenas para que eu me safe do inferno - Não consigo ver a salvação apenas como um bilhete premiado"

    Aqui tou contigo, Beguina. Parece-me estarmos sempre a navegar, entre a forma e a essencia à maneira do velho Aristóteles.
    E mais uma vez, só consigo discernir, que a salvação não é para fugir ao Inferno, de todo.
    A função essencial é a reunião com o Pai, fruto do Amor absoluto.
    O Inferno que se dane... por mim até o Satanás se salvava... se se portasse bem, claro :)

    E o tal cristianismo liberal é bem capaz de andar de maozinhas dadas com o meu cristianismo rudimentar. que me perdõem...

     
  • At 27 de julho de 2007 às 12:29, Blogger David Cameira said…

    Deixo este link só para " espicaçar " os cristãos liberais, seja lá isso o q for, :

    http://www.youtube.com/watch?v=8PAqKBr-swg

     
  • At 27 de julho de 2007 às 19:41, Blogger Hadassah said…

    Pedro,

    Tens razão quanto à necessidade de clareza. A palavra de Deus é simples e básica.

    Agora que a Beguina explicou melhor o seu ponto de vista, fica aquém do meu. A salvação não é nem pode ser um simples caminho de se chegar à Paz...é desejo de reconciliação, de arrependimento e de um dia chegar ao Pai. A Paz advém da certeza da vida eterna, do encontro com Deus, da reconciliação.

     
  • At 27 de julho de 2007 às 19:48, Blogger Hadassah said…

    biblicamente fundamentados Céu e Inferno existem...certo?

     
  • At 28 de julho de 2007 às 16:51, Anonymous Anónimo said…

    Quando "mulheres estejam caladas" escreve um comentário, nota-se muitas vezes a sua arrogância com os "hehehe....." Porquê isso? Também lhe respondem assim no seu blog? Não me lembro de ter visto .È muito infantil!!!

     
  • At 28 de julho de 2007 às 20:38, Blogger zazie said…

    isso é comigo, ó tolinho?

    No meu blogue escrevem o que querem, e aqui o ehehe era destinado ao Antonius.

    Não sabes ler?

     
  • At 28 de julho de 2007 às 21:44, Blogger mulheres_estejam_caladas said…

    Obrigada Zazie. Acho que este é um anónimo q tb já me andou a melgar no blog.
    Beguina

     
Enviar um comentário
<< Home
 
 
Um blogue de protestantes e católicos.
Já escrito
Arquivos
Links
© 2006 your copyright here